BEM VINDO AO BLOG ÓLEO DE DEUS.

QUE VOCÊ SEJA ABENÇOADO CADA VEZ QUE ACESSAR ESTE BLOG.

sábado, 2 de julho de 2016

TUDO TEM SEU TEMPO...


Que tal um passo de cada vez? Que tal se for sem correria? As vezes queremos tudo pra ontem, pois não temos paciência para esperar... Veja uma fruta em uma árvore, ela passa por ciclos, até que esteja pronta pra ser colhida e saboreada. A própria árvore passa por ciclos, até frutificar. Então porque nós não temos paciência pra esperar, pra fazer tudo no seu tempo? As vezes uma corridinha é até bom, mas precisamos aprender de uma vez por todas, que tudo tem seu tempo para acontecer... O coração do sábio entende o tempo e o modo, o sábio tira proveito da espera e usa-o ao seu favor. Então, que tal esperar e aprender a fazer tudo no seu devido tempo? Como diz minha mãe,«o apressado come cru e ninguém vê» Tudo tem seu tempo...seja a comida que vc. prepara, uma flor que vc. planta, um filho que é gerado, uma promessa liberada... A pressa sempre vai ser inimiga da perfeição, então nada de pressa, apenas viva cada dia por vez, trabalhando para que seus objetivos, projetos e sonhos possam acontecer no tempo certo. O tempo certo de espera, é o tempo em que vc. ganha força, maturidade e sabedoria, para degustar de seus progetos, com inteligência. Que tal, um passo de cada vez? Que tal se for sem correria? Na fé. Néia

segunda-feira, 4 de abril de 2016

DEUS É IMUTÁVEL


Quando alguém muda de idéia, é porque recebeu uma nova informação, da qual não tinha conhecimento anteriormente, ou porque as circunstâncias mudaram de forma a requerer uma atitude ou ação diferente. Mas, se Deus mudou de idéia, não pode ser porque ele ficou sabendo de qualquer nova informação que desconhecia anteriormente, porque Deus é onisciente – ele sabe todas as coisas (Sl 147:5). Portanto, tem de ser porque as circunstâncias mudaram e demandam uma atitude ou ação diferente. Mas se as circunstâncias mudaram, isso não significa necessariamente que Deus tenha mudado de idéia. Significa apenas que, como as circunstâncias mudaram, o relacionamento de Deus com a nova realidade é diferente. Porque as circunstâncias, e não Deus, mudaram. Quando Israel estava ao pé do monte, envolvido numa adoração a um ídolo, Deus disse a Moisés que a sua ira estava ardendo contra os filhos de Israel e que ele se dispunha a destruí-los num juízo.Entretanto, quando Moisés intercedeu por eles, as circunstâncias mudaram. A atitude de Deus para com o pecado é sempre a ira, mas a sua atitude para com aqueles que o invocam é sempre de misericórdia. Antes de Moisés orar por Israel, eles estavam sob o juízo de Deus. Porém, a intercessão de Moisés pelo povo de Israel levou-os a ficar sob a misericórdia de Deus. O Senhor não mudou. O que mudou foram as circunstâncias. A linguagem empregada nesta passagem é chamada antropomórfica. É semelhante a uma pessoa que, movendo-se de um lado para outro, diga: “Agora a casa está à minha direita”, e depois: “Agora a casa está à minha esquerda”. Essas afirmações não querem dizer que a casa se moveu. É que a linguagem, sob a perspectiva de alguém, está descrevendo que a pessoa mudou a sua posição em relação àquela casa. Quando Moisés disse que Deus se arrependeu, essa foi uma forma figurativa de descrever que a intercessão de Moisés teve êxito em mudar o relacionamento do povo de Israel com Deus. Ele tirou a nação do juízo de Deus e a trouxe para a misericórdia de sua graça. Deus não muda, nem muda de idéia, nem de vontade; sua natureza é imutável. Texto extraído da internet.